O Juizado Especial Federal Itinerante (JEF itinerante), em parceria com a Prefeitura de Eirunepé, realizou de 25 a 31 de janeiro, a segunda e última fase de audiências de conciliação, instrução e julgamento. De acordo com dados da equipe que participa da ação na fase de atermação, realizada em agosto de 2019, foram atermados 510 processos.

E nessa segunda etapa também foram realizadas as perícias médicas e avaliações sociais que não puderam acontecer na primeira fase em razão do tempo exíguo. Ainda segundo informações da equipe do juizado itinerante, nesta etapa, foram ajuizados os casos urgentes, em regra, benefícios por incapacidade.

Segundo informações preliminares, até o dia 31 de janeiro foram atendidos 557 pessoas, os valores que as pessoas irão receber com direito aos “atrasados” ultrapassou o montante de 2.500.000 (dois milhões e quinhentos), pessoas que vão reeber 40 mil, 60 mil e assim por diante, fora as aposentadorias fixas, ou seja, serão recursos que irão entrar no município após esse processo. Vale ressaltar o empenho e articulação da atual administração junto com a equipe do JEF itinerante pela realização da mesma.

A prefeitura de Eirunepé vem de público agradecer a toda a equipe do Juizado Especial Federal Itinerante e parabenizar a todos aqueles que tiveram seus processos efetivados, tanto da zona urbana quanto a rural, agradece ainda o empenho e dedicação de todos os servidores municipais que participaram desta ação.

Integraram a equipe que esteve em Eirunepé: Juiz Federal da Vara Única da Subseção de Unaí/MG, Dr. Emmanuel Mascena de Medeiros, Juiz Federal Substituto da 6ª Vara Federal, Dr. Alan Fernandes Minori, a Juíza Federal Substituta da 8ª Vara Federal, Dra. Rossana dos Santos Tavares, estes da Seção Judiciária do Amazonas. Além da representante do INSS, Procuradora-Chefe da Procuradoria Federal no Estado da Bahia, Dra. Ivana Roberta Couto Reis de Souza e das Defensoras Públicas Federais Dra. Talita Macedo Romeu e Dra. Fabiane dos Santos Lugão.