A prefeitura de Eirunepé, por meio da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), vem intensificando o trabalho de combate ao mosquito Aedes Aegypti, causador da dengue.

A situação preocupa o executivo municipal, que por meio das equipes FVS, realiza diariamente uma série de ações visando o combate às endemias.

As equipes estão atuando com rigor nos locais de maior concentração de infectados pelo mosquito, atuam também no zona rural, que alem das ações de combate e orientação nas comunidades distantes, as equipes levam medicamentos com orientações da Semsa. Durante as visitas, os munícipes recebem as seguintes orientações: nunca deixar ao ar livre qualquer recipiente propenso a acumular água, manter a limpeza de terrenos e quintais em dia, instalar telas nas janelas, colocar areia até a borda dos vasos de planta, manter garrafas de vidro e latinhas de boca para baixo, acondicionar pneus em locais cobertos, limpar e trocar a água de bebedouros de animais, proteger ralos pouco usados com tela ou jogar água sanitária.

Os principais sintomas da dengue são febre alta, com início súbito, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dor muscular e nas articulações, perda de paladar e de apetite, náuseas e vômitos, cansaço e erupções e manchas avermelhadas pelo corpo.

Caso o munícipe tenha esses sintomas deve procurar a Unidade de Saúde mais próxima a sua residência, evitar tomar remédios por conta própria e, se fizer exames particulares, deve notificar a doença para que a Prefeitura possa agir no controle e combate ao mosquito.